Após ser chamado de Bolsominion por internautas, Seu Jorge se revolta e faz vídeo detonando Bolsonaro

O cantor fez um vídeo esclarecedor sobre sua posição política

Seu Jorge é um cantor e instrumentalista de muito sucesso no Brasil, onde emplacou vários hits. Em maio o nome do artista esteve presente numa polêmica envolvendo seu nome e o do presidente Jair Messias Bolsonaro. Alguns internautas conseguiram reativar um antigo post de Seu Jorge no qual ele escrevia que o governo tinha apena 7 meses para que qualquer crítica pesada fosse feita.

Essas palavras bastaram para que os internautas começassem a chamá-lo de Bolsominion o que deixou o artista extremamente furioso. Seu Jorge então gravou um vídeo para seu instagram na qual explicava aos seguidores que jamais apoiou o presidente e que neste momento não existe a menor condição de apoiá-lo.

A resposta lacradora o artista àqueles que o intitularam como bolsominion levou os internautas à loucura. Num post também de maio, o artista fez uma homenagem ao dia 13 de maio, referente à abolição da escravatura no Brasil, Seu Jorge respondeu um fã que o associou ao presidente e disse que odiava esse senhor 171, fazendo analogia direta com o código penal que trata do crime de estelionato.

Além de Seu Jorge, inúmeros outros artistas também não apoiam o presidente, como: Maitê Proença, Carolina Ferraz, Miguel Falabella, José de Abreu e o apresentador Fausto Silva, entre muitos outros.

Os artistas dizem não se sentir representados pelo presidente, que não possui qualquer política voltada à arte e essa falta de apoio e representação vem desde que Regina Duarte assumiu a pasta da secretaria da cultura. A passagem da atriz pela secretaria de cultura foi meteórica e nada produtiva.

Após a saída da atriz, outro ator assumiu a pasta, Mário Frias, apoiador incondicional do presidente da república.

 

 

Via: msn.com

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.