Divulgado áudio desesperador da namorada de Rafael Miguel após morte do ator de Chiquititas: “Eu tomaria um tiro por você”

A jovem fala aos prantos e lembra que amado tomaria um tiro por ela, confira

A noite deste último domingo, dia 09 de junho, proporcionou para o Brasil um momento extremamente triste. Explodiu nas redes sociais a notícia de que o ator Rafael Henrique Miguel, de apenas 22 anos, foi morto pelo seu próprio sogro.

Rafael ficou famoso por dar vida ao personagem Paçoca na novela infantil Chiquititas, do SBT. O rapaz estava com seus pais para uma reunião com sua namorada e o pai de sua amada.

A reunião era para falar sobre o relacionamento dos dois já que o assassino não concordava com a união. Isabela Tibcherani, ficou extremamente abalada e utilizou suas redes sociais nesta manhã de segunda, dia 10 de junho para homenagear o namorado morto.

A Polícia Civil ficou responsável pelo caso e as informações são de que o crime aconteceu na Zona Sul da cidade de São Paulo. O criminoso foi identificado como Paulo Cupertino Matias, de 48 anos de idade e se encontra foragido.

Ele tirou a vida de Henrique e de seus pais, João Alcisio Miguel, de 52 anos de idade e Miriam Selma Miguel, de 50 anos de idade. A irmã do ator compartilhou nas redes sociais uma gigantesca homenagem já que perdeu toda a sua família em um piscar de olhos.Nesta segunda-feira Isabela falou com o apresentador Luiz Bacci, comandante do programa Cidade Alerta e deu alguns detalhes do crime que aconteceu. Um áudio da conversa acabou vazando e surpreendeu muitas pessoas.

A namorada explicou que Rafael entrou na frente de um dos disparos para proteger sua amada mãe. Segundo ela, um verdadeiro anjo no mundo.

Continuou dizendo aos prantos que o ator vivia falando que iria salvá-la, que se fosse preciso, tomava um tiro por ela. Porém, Isabel jamais pensou que seria nessa situação.

Ainda conversando com Bacci, explicou que ajudou o namorado demais. Sempre dizia para ele frequentar as sessões de terapia e que o ator adorava jogar, sair e se divertir.

Segundo Tibcherani, seu amado não merecia morrer tão cedo, era um homem trabalhador que lutava para ter sucesso na vida. Lembrou que ele trabalhava de a semana toda e só tirava o domingo para ficar de folga.

 

Escrito por Larissa Silva

Amo praia, natureza e escrever. Publicitária e redatora em portais online. Contato: [email protected]