Evandro Santo é agredido e rebate críticas da comunidade LGBT

Evandro foi agredido após um show no interior de São Paulo e foi acusado de estar utilizando a comunidade LGBT

No começo da noite desta última segunda-feira, dia 21 de outubro, Evandro Santo utilizou o seu perfil oficial no Instagram para fazer uma publicação que viralizou. Ele rebateu acusações que diziam que Santo estava usando a comunidade LGBT.

Tudo porque na sexta-feira, dia 18, ele foi agredido e decidiu fazer um grande desabafo nas redes sociais. Alguns ativistas LGBT acusaram o comediante após a agressão por um motivo único.

PUBLICIDADE

Os críticos acreditam que Evandro seja na verdade um apoiador de Jair Messias Bolsonaro, atual presidente do Brasil. Nas redes sociais Santo deixou claro que era amigo de todas as pessoas e não tinha preconceito com ninguém.

O comediante também lembrou que se fosse considerado ‘escrota e nojenta’, não teria todos os privilégios que possui. Citou todos os seus acessos as boates LGBTS. Ele também aproveitou a chance para esclarecer os rumores de que era um apoiador de Bolsonaro.

PUBLICIDADE

Afirmou não ter apoiado o presidente em nenhum momento. O desabafo do comediante foi mais além e o mesmo falou sobre sua vida íntima.

Explicou para seus seguidores que se considera homossexual desde os 6 anos de idade e que já apanhou muito na infância por imitar a Gretchen, por rebolar e por falar com a voz fina.

PUBLICIDADE

Falou sobre todo o bullying que sofreu na escola principalmente dos colegas de classe. Relatou que os garotos lhe batiam muito, jogavam frutas em sua cabeça e turmas de garotos se juntavam para o pegar depois da aula.

Evandro conta em seu desabafo que decidiu sair do armário bem cedo, logo aos 12 anos de idade. Ele se cansou de esconder de todos, chegou em casa após mais um dia de trabalho e contou tudo.

A agressão

O humorista contou que tudo aconteceu após um show em Marília, interior de São Paulo. Foi após um quadro chamado Tinder Humano.

Os participantes escolhiam participar por vontade própria e recebiam um selinho de Santo. Um homem chamado Pedro participou e não aparentou ser homofóbico.

Porém, quando Evandro foi ao banheiro, Pedro apareceu e lhe agrediu sem nenhum motivo. Pessoas que estavam por perto defenderam o humorista e o caso foi parar na polícia.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.