Felipe Neto acusa sem saber governo Bolsonaro por suspensão de Brasil e Argentina e chove comentários contra o Youtuber: “Bla, bla bla, ridículo, até peido fedendo é culpa de Bolsonaro”

O youtuber também criticou e responsabilizou a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) pela paralisação da partida. "A CBF é a grande responsável também por essa vergonha patética.

Após o jogo entre Brasil Argentina ser cancelado, Felipe Neto usou nas suas redes sociais para mostrar que está muito indignado com a suspensão do jogo para eliminatória da copa do mundo de 2022.

Felipe Neto disse que a culpa é do governo Bolsonaro e classificou a entrada da Anvisa e da Polícia Federal no campo para cancelar o jogo um grande vexame para o mundo.

PUBLICIDADE

O clássico estava acontecendo havia passado poucos minutos e foi interrompido isso é uma grande vergonha e certamente isso é culpa de Bolsonaro disse Felipe Neto.

O jogo foi interrompido por descumprimento das regras sanitárias no território brasileiro por isso o jogo não poderia continuar, não foi culpa do Brasil mas da Argentina.

PUBLICIDADE

Felipe Neto questionou se o governo Bolsonaro havia autorizado que os jogadores jogassem mas é claro que essa frase que utilizou não diz respeito nenhum pois o próprio diretor da Anvisa chega a dizer que não houve nenhuma permissão, é uma invenção uma notícia falsa entregue por Felipe.

O YouTube chegou a criticar a Confederação Brasileira de futebol e o governo Bolsonaro e disse que é uma grande vergonha algo patético.

PUBLICIDADE

Claro que diante de tanta besteira diversos comentários nas redes sociais criticaram a atitude do YouTube dizendo que é um idi***ta, imbecil que não sabe a não ser criticar o governo e vê que a única posição dele é criticar o governo Bolsonaro, basta peidar fedendo e a culpa é do presidente, disseram vários comentários.

 

Via: em.com.br

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.