Flordelis chora diante do Conselho de Ética da Câmara; aos prantos afirma ser inocente e que sofre perseguição pública implacável

A deputada Flordelis (PSD-RJ) se disse inocente e chorou, nesta terça-feira (16), ao fazer a própria defesa em uma reunião do Conselho de Ética da Câmara.

A deputada Flordelis nesta terça-feira (16) fez a própria defesa junto a reunião do conselho de ética da câmara, ela se disse inocente e chorou diante dos parlamentares e negou qualquer acusações contra ela por ter participado ou mandado tirar a vida do Pastor Anderson do Carmo.

Flordelis é alvo de uma representação por quebra de decoro que tem levado a cassação do mandato, ela responde por acusação criminal na Justiça do Rio de Janeiro, Flordelis afirma ser inocente disse chorando que não mandou matar o marido e nem sequer participou de nenhuma conspiração.

PUBLICIDADE

Garante não sabia de nada que estava acontecendo, disse ainda que está sofrendo perseguição, ela declarou que a vida dela e da família se tornou um grande pesadelo nos últimos dois anos.

Tudo o que está acontecendo na vida dela e da família é por causa da posição e do nome, mas garante que não teve nada a ver com a morte do Pastor Anderson do Carmo.

PUBLICIDADE

O pastor foi morto a tiros na garagem da casa onde morava em Niterói região metropolitana do Rio de Janeiro, pastor levou diversos tiros e morreu na hora.

Flordelis é ré em cinco crimes relacionado a morte do próprio marido incluindo homicídio triplamente qualificado, a parlamentar não somente nessa reunião do conselho de ética da câmara negou mas em todas as vezes que foi questionada sobre envolvimento com a morte do Pastor Anderson do Carmo.

PUBLICIDADE

Desde 2020 Flordelis vem sendo monitorada com tornozeleira eletrônica, uma das filhas chegou a confessar que pagou r$ 5.000 para que o pai fosse morto.

Simone dos Santos disse que sofreu abusos por parte do pastor e por isso queria ver a morte dele, Flordelis garante que não sabia de nada e nem sequer que a filha estava tramando a morte do pai, a deputada também afirmou que não tinha forças para ouvir a confissão da filha.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.