“Fui eu”: Filho da deputada Flordelis confessa ter matado o pastor por ordens de seu irmão após descoberta de traição

O pastor supostamente estaria traindo sua esposa e foi executado pela traição, confira

Neste último domingo, dia 16 de junho, a morte do pastor Anderson do Carmo de Souza, marido da deputada federal Flordelis, do PSD, surpreendeu todo o país. Porém, a polícia agiu rápido para investigar o caso e novos detalhes sobre o assassinato causaram uma reviravolta no caso.

Recentemente um dos filhos da própria deputada federal confessou ter matado o próprio pai. As informações foram repassadas palas autoridades envolvidas nas investigações.

PUBLICIDADE

Se sabe que o crime teria sido encomendado por um irmão, outro filho biológico de Flordelis. O Jornal Extra divulgou algumas informações dizendo que a Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG), localizadas no Rio de Janeiro, alegou que receberam uma confissão.

Segundo os policiais, Lucas dos Santos, jovem de apenas 18 anos e filho adotivo da deputada com o pastor Anderson, foi até a delegacia e confessou tudo. O rapaz afirmou que estava envolvido no assassinato que tirou a vida do próprio pai neste último domingo.

PUBLICIDADE

Lucas contou tudo e mencionou o nome de Flávio Rodrigues de Souza, de 38 anos de idade e filho biológico de Flordelis. Flávio seria o rosto por trás de tudo e foi o mandante do crime.Os dois responsáveis foram presos nesta última segunda-feira, dia 16 de junho. Rodrigues foi preso durante o enterro do pastor, mas não por estar envolvido com o crime.

Naquele momento os policiais ainda não sabiam de seu envolvimento e estavam no local por causa de um mandado de prisão por violência doméstica. Lucas foi detido durante o seu depoimento, quando finalmente envolveu Flávio na história.

PUBLICIDADE

No cemitério a deputada não quis acreditar na ideia de que seus herdeiros estivessem envolvidos na morte de seu marido. A mulher opinou e disse que achava ‘ridículo’ acusar uma pessoa de um crime cruel sem nenhuma prova concreta.

A missionária evangélica se mostrou mais do que certa de que Anderson morreu durante uma tentativa de assalto. Que seu marido tinha se sacrificado para defender todo o restante de sua família.

O Jornal Extra acrescentou em sua coluna que o pastor teria sido morto por uma suposta traição. Lucas em seu depoimento entrou em contradição quando os policiais mostraram o próprio jovem nas câmeras de segurança e acusou o irmão mais velho.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Larissa Silva

Amo praia, natureza e escrever. Publicitária e redatora em portais online. Contato: [email protected]