Imagem mostra suposta briga entre Neymar e mulher; pai diz que ele se defendia de garrafada

O caso envolvendo o atleta ainda continua, e agora com novas provas; confira

Uma nova foto do caso surgiu. Um rede de TV conseguiu com exclusividade a um print de um vídeo, mostrando uma pessoa com as duas pernas para cima, com os pés bem próximos do rosto de uma mulher.

O pai do jogador falou com o programa e afirmou que as pernas são mesmo de Neymar, mas diz que o vídeo, na verdade, vai mostrar o oposto: que seu filho estava sendo agredido com uma garrafada.

Imagem

Ele disse que não tinha o que defender, que as imagens já falavam por si, falando que a imagem é de um vídeo printado e que com isso vai provar que o filho é quem foi agredido.

E continua falando que ela provocou uma agressão nele para ver se ele revisasse, quando ele percebeu que o que estava acontecendo era uma armadilha. E falou que se ver bem, ele se joga para trás na cama, pois ia levar uma garrafada. Complementou falando que achava que era uma garrafa de vinho, alguma coisa assim.

Neymar pai disse de novo que o filho está sendo alvo de uma armadilha. E que o celular que capta o vídeo estava ligado desde o momento em que o jogador chegou ao quarto em que estava a mulher. E terminou falando que torce para que o vídeo que tem essa nova imagem apareça logo.O pai afirmou que seria bom para eles e toda a investigação que esse vídeo aparecesse, falando que é isso que a polícia está tentando fazer. Para que tudo fique esclarecido.

Entenda o caso

Neymar foi denunciado de abuso sexual por uma mulher que teve sua identidade preservada pela polícia. Ela registrou um BO na sexta-feira (31), na 6ª Delegacia de Polícia de Defesa da Mulher, em São Paulo.

De acordo com o documento, ela afirmou ter conhecido o atleta nas redes sociais. E que um assessor entrou em contato concedendo passagens e hospedagem para ela viajar para Paris, na França. Ela afirmou ter viajado no dia 14 e chego no dia 15.

A mulher também relatou que ficou no Hotel Sofitel Paris Arc Du Triumphe e o recebeu por volta de 20h (local) do dia 15. Conforme ela, o jogador chegou “aparentemente embriagado” e começaram a conversar, trocar carícias. Porém, segundo ela, Neymar ficou agressivo e, mediante violência, praticou relação sexual.

Tanto Neymar, por meio de um vídeo postado em sua rede social no qual expôs as conversas com a mulher, quanto seu pai, Neymar da Silva Santos, em duas entrevistas à TV Bandeirantes, uma por celular e a outra participando ao vivo, negam que tenha ocorrido estupro. Eles confirmam que teve relação sexual, mas que a mesma foi consensual.

 

Escrito por Larissa Silva

Amo praia, natureza e escrever. Publicitária e redatora em portais online. Contato: [email protected]