Jogador Fred é obreiro da Igreja Batista Univida e muitas pessoas nem sabiam

O jogador que jogou a Copa do Mundo de 2014 no Brasil recentemente foi consagrado obreiro em uma igreja evangélica e o fato chamou a atenção.

O jogador Fred é conhecido por todos os brasileiros após sua participação na Copa do Mundo de 2014, que aconteceu no Brasil. Ele já não pertence mais ao estrelato do futebol e agora é apenas o ex-atacante da seleção brasileira, atualmente defende a camisa do Cruzeiro e se consagrou ‘obreiro’.

PUBLICIDADE

Tal título lhe foi dado na Igreja Batista Univida, localizada na cidade de Belo Horizonte, estado de Minas Gerais. O templo religioso é o local no qual Fred vai para conversar com Deus e desta forma se sentir mais perto dele. O atleta já se definiu como evangélico há alguns anos atrás, desde os seus tempos de Fluminense.

Quando jogava pelo time carioca ele era membro da Comunidade Evangélica Internacional da Zona Sul (Ceizs), o pastor do templo, Marcos A. Peixoto, definia Fred com um dos membros mais exemplares de sua igreja e não se cansava de elogiar o jogador de futebol.

PUBLICIDADE

Neste último domingo o profissional contou o seu testemunho e em troca foi consagrado como obreiro da Batista Univida. A igreja possui uma página oficial e a utilizou para divulgar as fotos oficiais tiradas no momento que tudo aconteceu.

A legenda da fotografia dizia que o testemunho do mais novo obreiro da Batista Univida era realmente lindo, concluindo que Deus era grandioso e ainda tinha muitas coisas para realizar, o atual momento era apenas o começo de uma longa caminhada.

PUBLICIDADE

Fred estava no templo religioso acompanhado de sua família, a esposa Paula Armani e a filha Gioavanna. Os evangélicos estão contentes com a opção do jogador e sabem que ele não é o primeiro atleta futebolístico que decidiu assumir uma função eclesiástica.

Há pouco tempo atrás o famoso jogador do Atlético Mineiro, Ricardo Oliveira, também se tornou um obreiro e foi consagrado pelo próprio pastor que segue, Eduardo Reis. Na década de 90 o ex-atacante da seleção brasileira e do São Paulo, Müller, teve feitos religiosos ainda maiores do que os profissionais atuais. Foi capaz de se tornar pastor e sua fama como jogador lhe trouxe muitos seguidores fiéis que sempre acompanhavam seus cultos.

Mulher recebe perdão presidencial de Trump e diz que ressuscitou dos mortos

A mulher que teria sido condenada a prisão perpétua recebe o perdão diretamente do presidente dos Estados Unidos.

Alice Marie Johnson é o nome da mulher que acabou se convertendo dentro da penitenciária, virou uma pastora e em suas primeiras entrevistas ainda na porta da prisão ela comemorou e gritou bastante a palavra “aleluia”, afirmando que sua vida mudou completamente, era como se tivesse nascido novamente.

O próprio presidente dos Estados Unidos decidiu fazer uma revisão no caso de Alice Marie, ela que mesmo sendo ré primaria, acabou sendo condenada a ficar presa para sempre. Após uma revisão cuidadosa, Trump decidiu que ela merecia o perdão judicial e assim o fez.

Marie concedeu uma entrevista para a rede NBC e disse estar infinitamente agradecida e grata pelo gesto do presidente, comparou sua segunda chance recebida como uma ressurreição dos mortos. Ela não se esqueceu de mencionar o nome da modelo famosa mundialmente, Kim Kardashian.

Foi Kim que pagou todas as suas despesas jurídicas e esteve ao seu lado na maior parte do tempo, precisamos ressaltar que foi a própria modelo que teria levado pessoalmente o pedido de perdão para o presidente Trump.

PUBLICIDADE

Escrito por Larissa Silva

Amo praia, natureza e escrever. Publicitária e redatora em portais online. Contato: [email protected]