Leticia Colin apoia a ideia da mulher ficar sem sexo depois de ter filho: ‘Justíssimo’

Michel Melamed e Leticia Colin são pais de Uri; atriz acha que é justo ficar um ano sem sexo.

Casada com o ator Michel Melamed, Leticia Colin falou a ideia que poderia ser universal na sua visão: ficar um ano sem sexo depois de ter um filho. Mãe do pequeno Uri, que está com um ano e sete meses, a loira afirmou que o tempo de ‘jejum’ ajuda os pais na conexão com o bebê que acabou de chegar ao mundo. “Considero justíssimo”, disse a artista.

Em entrevista para o jornal O Globo, a bela contou que o nascimento de um filho é bastante desafiador para o casal, que muda para melhor ou pior. No caso deles, fortaleceu a união. Segundo ela, após a mulher gerar um ser humano, acredita que deveria existir uma imunidade durante um ano, e que considera justo a mulher não querer transar nesse período.

PUBLICIDADE

A atriz que faz sucesso na série Onde Está Meu Coração, na qual vive uma personagem médica que é viciada em crack, afirma que a nova rotina interfere na família de modo geral. Porém, ficar sem sexo também pode ser bom para os pais.

Ela argumentou que não somente para a mulher, mas para o homem também. Pois, para lidarem com o recém-nascido, os dois precisam estarem conectados com os bebês que já foram um dia. Que é preciso haver um resgate, não importa muito o papel sexual que é vivenciado ali.

PUBLICIDADE

Colin aproveitou para confessar que procurou um psiquiatra para uma consulta assim que soube que estava grávida. Pois, temia ter depressão depois do parto. Quando disse para o profissional que queria ser mãe, e questionou qual seria a estratégia utilizada. A médica respondeu que daria tudo certo. Para ela, foi muito bom ouvir isso, levou o marido para uma consulta e a mesma explicou a medicação que a paciente iria tomar.

Para ela, que está na quinta temporada de Sessão de Terapia, o apoio do parceiro naquela fase fez toda diferença. Ela contou que quando o marido foi até o consultório, pensou que era porque ele realmente a amava. Assim, venceu seu medo, conseguiu seguir em frente e construir sua família. Passou várias semanas depois do parto e não teve depressão.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Escrito por Brena Nunes Rodrigues

Alguém que ama contar boas histórias, principalmente sobre famosos. Clique e aproveite. Boa leitura!