Ludmilla defende Neymar após jogador apontar racismo de adversário em jogo

O jogador foi vítima de um comentário racista feito jogador Álvaro González.

Na madrugada desta segunda-feira (14) a cantora Ludmilla apareceu em seu perfil no Twitter, onde se manifestou favorável ao jogador de futebol Neymar, após um momento polêmico que o mesmo teve que enfrentar neste último final de semana.

O jogador, do Paris Saint-German, durante uma partida, acusou o seu adversário Álvaro González, do Olympique de Marselha d ter feito um comentário racista ao seu respeito, o chamando de ‘macaco’, em uma partida que aconteceu neste último domingo (13).

PUBLICIDADE

Na publicação feita na rede social, Ludmilla questionou a respeito da situação com um ‘até quando?’ e mostrou que estava do lado do jogador na situação.

A cantora ainda fez questão de demonstrar na publicação que se sentia revolta com o caso de racismo enfrentado pelo jogador, que ela relembra que foi mais um em meio a tantos casos que são relatados, e aproveitou o momento para desabafar a respeito da descriminação.

PUBLICIDADE

Ao logo do desabafo, Ludmilla destacou que para a ‘branquitude’ não importa se você é uma pessoa bem-sucedida e o melhor no que faz, ainda é olhado primeiro pela cor de sua pele. A cantora destacou ainda que não se importam também se o tom da pele é mais claro ou mais escuro para que isso aconteça. A cantora ainda destacou que este tipo de coisa aconteceu com ela anteriormente, e que agora quem precisou passar por um episódio de racismo foi o jogador, que enfrentou seu adversário ainda em campo pelas palavras ditas.

O episódio em questão citado por Ludmilla foi em relação ao fato de que a cantora venceu na Justiça um processo movido contra a socialite Val Marchiori. Ela foi vítima de injúria racial por parte da socialite, e aproveitou o momento para abordar o tema em questão, para falar a respeito das pessoas que não tem visibilidade como ela para poder denunciar estes casos. Em  seu desabafo a cantora destacou a respeito do fato de que várias pessoas morrem todos os dias por causa racismo.

PUBLICIDADE

A confusão em questão que aconteceu com Neymar em campo, foi durante o primeiro tempo do jogo em questão. Em meio a um lance com González, o argentino Di Maria cuspiu no adversário. Neste momento as câmeras mostram o momento em que Di Maria e Neymar reclamavam com o árbitro da partida a respeito do comportamento do adversário, e falavam “racismo, não”. Ainda no fim da partida o jogador permaneceu insistindo nas acusações de racismo contra seu adversário.

Nos acréscimos do jogo, em meio a um empurra-empurra em campo, o VAR registrou o momento em que Neymar havia dado um tapa na cabeça de González, o que acabou causando a expulsão do jogador do PSG. Logo após a situação toda, Neymar ainda apareceu em seu perfil no Twitter, onde protestou a respeito da medida, e reclamou do VAR ter pego o momento de sua ‘agressão’ mas que não registou o momento em que o jogador o chamou de ‘mono hijo de puta’ (macaco filha da puta).

 

PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.