Luiza Valderato comenta o tratamento da filha contra a leucemia e diz que a garota não se fez de vítima

De acordo com a atriz, Maria Luiza nunca se fez de vítima nos momentos de dor

Recentemente, a atriz Luiza Valderato concedeu uma entrevista à revista Crescer a respeito do câncer enfrentado por sua filha, Maria Luiza. Atualmente com 11 anos de idade, a garotinha foi diagnosticada com uma leucemia linfática aguda do tipo B quando tinha apenas três anos de idade.

Durante a entrevista em questão, a atriz comentou a respeito de todo o tratamento necessário para a recuperação de Maria Luiza e também destacou o seu ponto de vista enquanto uma mãe que se vê em tal situação.

Nesse sentido, a atriz apontou que sua filha não gostava das idas ao hospital. Entretanto, Maria Luiza nunca se colocou em uma posição de vítima. De encontro a isso, a atriz rememorou as ocasiões em que a filha precisou da aplicação de medicação subcutânea.

Nessas ocasiões, Luiza relata que sempre sentia vontade de chorar, uma vez que conseguia perceber com clareza a dor que a filha sentia. Entretanto, Maria Luiza sempre procurava tranquiliza-la afirmando que a dor havia passado.

Embora a filha sempre fizesse questão de parecer forte, Luiza, por vezes, fazia questão de esconder algumas coisas da pequena para que ela não se sentisse abalada. Nesse sentido, a atriz revelou que fazia as suas orações escondidas. Atualmente, ela considera que ainda que a batalha tenha sido bastante dolorosa, ela e a filha aprenderam bastante com o tratamento.

Sobre o aprendizado em questão, a Luiza Valderato relatou que assim que elas descobriram a respeito da doença, uma amiga estava acompanhando-a. Nesse momento, ela afirmou a amiga que esperava que Deus lhe mostrasse com clareza o que desejava que ela absorvesse da situação.

Ainda sobre isso, Luiza afirmou que acredita que tudo o que acontece na vida dá a oportunidade de crescimento, por mais triste que seja. Portanto, ela e a filha acabarem percebendo que, apesar de todas as adversidades, ainda era possível encontrar momentos de felicidade e alegria de viver.

Por fim, a atriz apontou que o principal quando se vive uma situação do tipo é continuar vivendo. As experiências em questão são capazes de fazer com que se encontre esse caminho e de renovar a gratidão que se sente por tudo o que se vive.

 

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.