Mariana Santos, atriz de Malhação, conta como é viver com crises de pânico e ansiedade

De acordo com a atriz, ela precisava da ajuda de sua mãe para circular em sets de gravação

A atriz Mariana Santos, de 42 anos, sempre divertiu o público com o seu humor. Ela participou do Zorra Total por quase dez anos e, posteriormente, foi comentarista do programa Amor & Sexo por mais seis anos.

Atualmente, Mariana integra o elenco da atual temporada de Malhação. Entretanto, se na TV a atriz aparenta estar sempre no melhor humor possível e feliz, a realidade é um pouco diferente.

PUBLICIDADE

Nos bastidores das gravações de Malhação, que acontecem no Rio de Janeiro, a atriz contou que sofre com crises de pânico e com ansiedade há alguns anos.

PUBLICIDADE

De acordo com ela, essas crises prejudicaram a sua vida por um longo tempo, de modo que ela chega a afirmar que somente começou a viver aos 35 anos.

Durante muito tempo, Mariana chegou a precisar da ajuda de sua mãe para conseguir se locomover para os sets de gravação e até mesmo para peças de teatro devido as duas doenças citadas.

PUBLICIDADE

Na próxima sexta-feira (2), a atriz vai estrear no Teatro dos Quatro, localizado no Shopping Gávea. Ela entrará em cartaz com a peça Só de Amor, escrita com base em sua própria vida. O tema do espetáculo será uma cantora que realiza um show especial em sua vida, mas algo sai errado quando o público presente descobre que ela está passando por uma crise de pânico.

De acordo com Mariana, as crises a acompanham em toda a sua vida e ela já aprendeu a conviver com a sua condição. A atriz também contou que tem pânico de algumas coisas que fazem parte da vida de todas as pessoas que vivem em centros urbanos, como túneis e elevadores. Além disso, ela também alega não gostar de ônibus ou de estradas.

A respeito da ansiedade, Mariana afirmou que lida com ela deixando que as crises venham e, quando elas se apresentam, procura contorna-las. Ainda sobre isso, a atriz afirmou que somente quem sofre com essas condições consegue compreender plenamente o que é viver com elas.

Além dos pontos destacados, Mariana também relatou que depois de passar dos 30 percebeu que precisava aprender a se cuidar sozinha e “libertou” a sua mãe. Para conquistar maior independência, a atriz procurou por um psiquiatra e deu início a um tratamento com medicamentos – que ela alega não utilizar mais atualmente.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.