Médico da equipe de Paulo Gustavo comenta as últimas horas de vida do ator

O chefe da UTI conversou com o Fantástico a respeito dos momentos finais do humorista

Ainda no último domingo (9), durante uma série de reportagens sobre o humorista Paulo Gustavo, o Fantástico chegou a exibir entrevistas com dois médicos que fizeram parte da equipe responsável pelo tratamento do ator. É possível afirmar que Paulo Gustavo chegou a passar 53 dias internados e faleceu ainda na última terça-feira (4) devido às complicações geradas pela Covid-19.

Um dos médicos entrevistados na ocasião citada foi Fábio Miranda, que atua como chefe da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), na qual o ator passou toda a sua internação. De acordo com o relato do profissional, Paulo Gustavo passou por uma piora significativa desde o momento em que foi hospitalizado.

PUBLICIDADE

Assim, os pulmões do humorista foram comprometidos pela doença e isso escalava a cada vez que novos exames eram feitos. Segundo o profissional da saúde, esse comprometimento chegou 100% em um determinado momento, fazendo com que Paulo Gustavo precisasse fazer uso de ventilação mecânica.

É possível afirmar que ao longo da sua internação, o humorista passou por uma série de complicações, entre as quais destacam-se duas pneumonias bacterianas. Entretanto, já perto dos seus últimos dias de vida, o seu quadro foi agravado por uma embolia disseminada gasosa, que acabou atingindo o seu sistema neurológico.

PUBLICIDADE

De encontro ao que foi destacado, é possível afirmar que Fábio Miranda chegou a revelar para o Fantástico que Paulo Gustavo ficou consciente após ter os seus sedativos reduzidos, mas sofreu uma piora brusca.

Via: br.bolavip.com

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.