Morre lenda do cinema americano e fãs lamentam a perda do ator: ‘vai com Deus’

Em sua vida toda, Reiner ganhou nove Emmys

Para os fãs de filmes americanos e que amam comédia trago para vocês uma noticia nada agradável. Infelizmente  um dos grandes nomes do mundo do cinema acabou de nos deixar, e certamente era um dos atores mais amados e respeitados por todo o mundo, e que certamente nos deixou muita coisa boa para usarmos como exemplo e também a lição de que a vida é apenas passageira aqui na terra.

Estou falando de Carl Reiner, um dos fabulosos do humor da TV americana, que nos deixou na última segunda-feira aos 98 anos de idade. A informação ditas pelos funcionários de Rainer, Judy Nagy, ele faleceu de causas naturais. Reiner é um dos feitores de “The Dick Van Dyke Show”.

PUBLICIDADE

Ele é ator, criador, roteirista e líder e é muito conhecido entre as novas gerações, como o Saul Bloom da produção chamada “Onze Homens e um Segredo” (2001) Entre outras mais que tiveram. Mesmo com a idade avançada, Reiner exercia função no que mais gostava até o ano passado, seu último serviço foi  traduzindo personagem no ilustre filme de sucesso “Toy Story 4”.

PUBLICIDADE

Ele foi marido da atriz e cantora Estelle Lebost durante 60 anos, até que ela faleceu em 2008. O ator deixou um filho que também, é diretor e ator de grandes produções do cinema americano chamado Rob Reiner, que esteve a frente dos filmes de sucesso como “A Princesa Prometida” que foi ao ar em (1987) e também o ilustre “Harry e Sally: Feitos Um Para o Outro” no ano de (1989).

Reiner conquistou 9 Emmys em toda sua jornada, 2 dos quais foram ganhos como ator em “Your Show” na década de 1950; cinco foram ” Roteirista de “Dick Van Dyke Show”, um talk show de humor especial em 1967; atuação especial na comédia “Louco Por Você”, em 1995.

PUBLICIDADE

No comando de diretor, produziu filmes famosos para Steve Martin, como “O Panaca” no ano de (1979), “Cliente Morto Não Paga” lançado no ano de (1982), “OMédico Erótico” (1983) e “UmEspírito Baixu em Mim” (1984). Ele esteve a frente até em 1997 e depois se despediu de Bette Midler, Dennis Farina e Guerra dos Sextos.
Seus últimos trabalhos aparecendo na telinha da TV foi em  “Young and Hungry” (2017) e também na “Angie Tribeca” em  (2018).
PUBLICIDADE

Escrito por Wellington Pereira Da Silva

Sou Estudante e redator amo escrever as melhores notícias ,curiosidades, historias ,dicas e entretenimento você encontra por aqui.