Padre pede para fieis boicotarem BBB20: “Programa do mal”

Antes mesmo da estreia o programa isto já vinha causando certa polêmica

A vigésima edição do Big Brother Brasil mal estreou na televisão nesta última terça-feira (21) e já está sofrendo represálias de um grupo religioso. Isso por que o padra Sérgio Luiz, da Paróquia Nossa Senhora da Glória, da cidade de Juiz de Fora em Minas Gerais deu uma orientação para que os fieis da Igreja Católica não assistam o programa da Rede Globo. O padre chegou a falar que os cristãos não deveriam dar audiência para o reality show, que ele descreveu como sendo “do mal”. O religioso ainda acrescentou mais dizendo que considerava assistir o programa como sendo um pecado grave.

O padre publicou o texto em sua página no Facebook e avisou aos seguidores da página que tinha consciência de que com seu texto ele não iria agradar muitas pessoas que o leriam, mas que ele por ser sacerdote, não tem a obrigação de agradar as pessoa e sim de salvar almas, por mais que algumas pessoas acabem não concordando logo de início com as coisas que são faladas por ele nesse intuito.

PUBLICIDADE

De acordo com o que foi dito pelo padre na publicação, o Big Brother está entrando nas casas das pessoas e fazendo com que seus casamentos sejam destruídos, além de prejudicar a juventude, adolescência e e crianças devido ao seu conteúdo que por muitas vezes explora e mostra algumas coisas a respeito da sexualidade, além de trazer situações como festas cheias de bebidas alcoólicas e sexo sem compromisso tratado com normalidade. Pra o religioso o programa ainda estimula a ganância nas pessoas.

O religioso também aproveitou a publicação para falar a respeito de um cômodo conhecido da casa desde o primeiro programa, que é o confessionário. Para ele o programa ao longo dos anos tem dessacralizado o que para os cristãos é algo precioso e tido como lugar sagrado, que é o confessionário. Ele alega que o local é usado pelos católicos para receberem perdão de Deus através do sacramento da Reconciliação, onde os fieis se arrependem dos pecados cometidos e são novamente unidos a Deus, a Igreja e aos irmãos.

PUBLICIDADE

O conteúdo do programa ainda foi muito criticado pelo padre, que afirmou que é uma vergonha tomar consciência de que alguns católicos acompanham o programa na televisão, que ele considera como sendo do mal, e que por muitas vezes, segundo foi dito pelo religioso, empurra algumas situações que ele considera como sendo preocupantes no mundo, como dinheiro, fama e sexo. O padre Sérgio ainda ressaltou que não se considera como sendo uma pessoa melhor que os produtores do programa, mas que precisa alertar aos católicos a respeito do mal que a atração pode estar causando na sociedade devido ao seu conteúdo considerado por ele como impróprio.

Padre Sérgio Luiz faz parte da Paróquia Nossa Senhora da Glória desde fevereiro de 2011. Nascido e criado em uma família católica, e aos 16 anos sentiu como se tivesse sido chamado para o sacerdócio.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.