Quinzinho de Fina Estampa cresceu e hoje tem treze anos

A aparência do garoto choca os internautas.

Devido a pandemia de covid-19 no Brasil, a medida de isolamento afetou até as programações de emissoras de televisão, muitos projetos tiveram que ser interrompidos, por conta disso, a Rede Globo tem reprisado algumas novelas, uma delas é Fina Estampa, que teve estreia na televisão em 2011.

Tanto quando foi ao pela primeira vez, quanto agora ao ser reprisada, a trama fez e tem feito muito sucesso, além de agora os telespectadores relembram os personagens e percebem que muitos atores estão bem diferentes, as crianças por exemplo cresceram e mudaram bastante.

PUBLICIDADE

Em 2011, Gabriel Pelícia tinha apenas quatro anos, na trama ele interpretava o personagem Quinzinho, filho de Quinzé ( Malvino Salvador) e neto de Pereirão (Lília Cabral), na época o menininho encantou a todos com seu jeitinho.

Hoje o garoto tem treze anos e está bem diferente e também aderiu a cabelão. O menino ainda brincou com sua foto, dizendo ter cara de menina por conta do cabelão, mas disse também que logo terá uma barba.

PUBLICIDADE

O garoto está mesmo irreconhecível, nas redes sociais, poucas pessoas ainda o reconhecem, ele que está tendo mais uma chance de mostrar seu talento, não dispensa a ideia de poder voltar a televisão, visto que depois de Fina Estampa, ele não participou de nenhum outro projeto na televisão.

PUBLICIDADE

A reprise de algumas novelas da Rede Globo está dando ao público a oportunidade de relembrar muitos atores que estão hoje afastados da televisão e também a eles que ganham mais uma chance de reaparecer, muitos desses artistas estão aparecendo novamente e sendo reconhecidos pelos seus trabalhos.

Além de Fina Estampa, também está sendo reprisada Eta Mundo Bom!, Totalmente Demais e Malhação, todas elas têm agradado muito ao público.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.