Roberto Justus se mostra arrependido de declaração sobre Covid-19

No começo da pandemia, o empresário deu uma declaração polêmica nas redes sociais.

Logo no começo da pandemia do Covid-19, o empresário e apresentador Roberto Justus deu uma declaração polêmica a respeito do momento pela qual o Brasil estava passando, em decorrência do coronavírus, que já afetava milhares de pessoas no país no momento.

O empresário agora resolveu voltar atrás a respeito da declaração polêmica que foi feita por ele na ocasião, e que gerou vários comentários negativos na época contra ele nas redes sociais, de pessoas que se mostraram indignada com a postura do apresentador.

PUBLICIDADE

Na ocasião em questão, Justus afirmou que as previsões que estariam sendo feitas na época mediante a doença e a pandemia, que estavam promovendo uma histeria coletiva na população do país.

Agora, ao voltar a falar a respeito da situação pela qual o país está passando devido a doença, o apresentador chegou a declarar que se arrepende um pouco, pelo fato de que ele havia subestimado a Covid-19. O apresentador chegou a falar agora que a Covid-19 é algo um pouco pior do que ele imaginava na época em que deu as declarações polêmicas.

PUBLICIDADE

A nova declaração feita por Justus, em que ele e mostra arrependido da declaração polêmica, foi feita nesta segunda-feira (20). O apresentador chegou a falar que tem lido bastante e se informado a respeito de tudo. Ele ainda garantiu no entanto que a estatística se mostra a favor para se dizer que não é tão dramático quanto está sendo colocado agora.

No entanto, ele pontua que é muito ruim e preocupante, e que agora é necessário que seja feita alguma coisa a respeito. A declaração do apresentador foi feita para o Morning Show, na Rádio Jovem Pan.

PUBLICIDADE

Na conversa, Justus também citou que atualmente no país existem mais casos do que os que estão sendo apresentador nos dados oficiais que são divulgados, e que isso se dá pela falta de testes disponíveis para serem feitos, para que a apuração a respeito dos dados em questão seja feita de fato, e que se torne mais precisa.

Para o apresentador, o numero de infectados pode ser cerca de 20 milhões de pessoas ou mais, e que com isso o numero e mortes irá cair ainda mais em relação a proporção.

Justus ainda fez uma crítica a respeito da cobertura da imprensa durante a pandemia, e alegou que a doença não é tão ruim quanto assistir os jornais e televisões a noite e ver a respeito do ‘vírus do medo’ que está se espalhando pelo mundo de uma forma terrível, de acordo com o empresário.

Ao ser questionado a respeito de quem ele demitira entre Jair Bolsonaro, João Dória e Burno Covas, o empresário declarou que em uma sala de reunião hipotética ele ficaria em dúvida quanto a isso, ao analisar a respeito de toda situação envolvendo a doença no Brasil e a forma como os governantes estão lidando.

PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.