Youtuber Felipe Neto é intimado a depor por chamar o presidente Bolsonaro de “genocida” nas redes sociais

A Polícia Civil do Rio de Janeiro intimou o youtuber Felipe Neto a depor por suposto crime previsto na Lei de Segurança Nacional. O influenciador digital afirmou que a convocação veio depois que ele, numa rede social, chamou o presidente Jair Bolsonaro

O youtuber Felipe Neto foi indiciado pela Polícia Civil por um crime previsto na lei de segurança nacional, o influenciador usou as redes sociais e chamou o presidente Bolsonaro de genocida no contexto dos cuidados necessário durante a pandemia da covid-19.

Felipe na última segunda-feira (15) publicou o documento de intimação feito pelo delegado Pablo Sartori, que no ano passado o havia indiciado o influenciador por corrupção de menores.

PUBLICIDADE

Agente levaram o documento até a casa de Felipe para que responda por crime de segurança nacional por que chamou o presidente da república de genocida.

Ele escreveu que Carlos Bolsonaro foi a mesma pessoa que o indiciou por corrupção de menores.

PUBLICIDADE

Felipe rebateu dizendo que é claro a tentativa deles de silenciá-lo mas ele não tem medo de intimidação, eles querem que ele tenha medo do Poder do governo mas disse que deve ser totalmente o contrário, o governo deve temer o povo e mandou uma mensagem para Carlos Bolsonaro dizendo que ele não está assustado e nem tem medo de autoritarismo.

O influenciador digital disse que irá defender o termo genocida dizendo que o presidente fez pouca coisa durante a pandemia ele cruzou os braços enquanto as pessoas estavam morrendo ele contribuiu para a morte de milhares de brasileiros.

PUBLICIDADE

O delegado Pablo confirmou que o YouTube foi intimado e o pedido partiu do filho do Presidente Carlos Bolsonaro.

A assessoria de imprensa do YouTube falou sobre o comunicado e estão tomando as medidas cabíveis.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.